Positive SSL
terça-feira , 12 dezembro 2017
Últimos artigos
 

Inicio » Dicas » Trabalhando com Tabela de Parâmetros – SX6

Trabalhando com Tabela de Parâmetros – SX6

Visualizando o conteúdo do parâmetro registrado na tabela SX6

tabelaparametrossx6

Temos funções prontas que permitem pegar o valor de um parâmetros. Podendo ser as funções:

GETMV()

Retorna o conteúdo do parâmetro especificado no Arquivo SX6.

Sintaxe:

GETMV(parametro)

Exemplo:

Com base na imagem acima, pegar o valor do parâmetro MV_ZTPDB, do tipo caracter

Retorno:

MSSQL

SUPERGETMV()

Retorna o conteúdo do parâmetro especificado no Arquivo SX6. Porém, caso o parâmetro não exista, podemos pré-definir um conteúdo padrão, desta forma a rotina não dará erros, apenas um alerta (caso esteja parametrizado), mas irá trazer o valor definido. Caso contrário, trará a informação do conteúdo definido na tabela SX6.

Sintaxe:

SUPERGETMV( <nome do parâmetro>, <lHelp>, <cPadrão>, <Filial do sistema> )

Exemplo:

Baseando-se na imagem acima, irei buscar o conteúdo do parâmetro MV_ZTPDB

Retorno:

MSSQL

Caso o parâmetro não exista:

Retorno:

ORACLE

 

Salvando conteúdo em parâmetros

Para salvar um determinado conteúdo no seu parâmetro, utilize a função PUTMV()

Sintaxe:

PUTMV( <nome do parâmetro>, <conteúdo> )

Exemplo:

Retorno: Irei graver o conteúdo “ORACLE” no meu parâmetro MV_ZTPDB existente na minha tabela SX6.

 

Criando um parâmetro via código

A criação de parâmetros para suas rotinas é um processo bem simples, você fazê-lo diretamente dentro de seu fonte caso não queira abrir o “Configurador”, para isso usa o código:

Como vê, tem várias formas de se trabalhar com leitura e gravação da tabela SX6, se souber de mais alguma, compartilhe conosco!

 



0 Comentário

Deixe o seu comentário!

Positive SSL